Brazilian Community of Atlanta - Comunidade Brasileira em Atlanta
Cultura
Comunidade




Festa do Divino



A festa do Divino Espírito Santo, que se realiza no Domingo de Pentecostes, 50 dias depois da Páscoa, comemora a visita do Espírito Santo aos apóstolos de Jesus Cristo
Origem da Festa do Divino:
Pouco se sabe sobre a origem da Festa do Divino, a não ser que foi trazida pelos missionários jesuítas e pelos primeiros colonos portugueses. Alguns autores afirmam que as festividades em honra ao Espírito Santo tiveram origem na Alemanha, na Idade Média, e foram levadas para Portugal pela rainha Isabel de Castela, no final do século XV. Já no século seguinte, a Festa do Divino Espírito Santo estava incorporada ao calendário de festas religiosas portuguesas, realizando-se tanto em Portugal como nos Açores.
Também não se sabe ao certo quando essa devoção chegou ao País. Diz-se que a festa está ligada ao período da mineração de ouro, tendo se conservado nas velhas cidades goianas do século XVIII, como Pirenópolis.

No Vale do Paraíba, em São Paulo, as primeiras referências sobre festividades em honra ao Divino datam de 1761 em Guaratinguetá e de 1803 em São Luís do Paraitinga.
Embora seja uma festividade ligada ao catolicismo, tem raízes nas festas pagãs de celebração da colheita: inicialmente realizada em agosto, a Festa do Divino foi mudada para o dia de Pentecostes - que, no país, coincide com o período da colheita do milho, período em que o feijão das águas já foi colhido e o das secas ainda não foi plantado.

Imperadores, cavaleiros, palhaços, curucucus
Apesar de o momento central da festa ocorrer no Domingo de Pentecostes (chamado "Domingo do Divino"), os preparativos começam um ano antes, quando os "encargos" da festa são sorteados entre todos os que se apresentam como candidatos - cada um deles ciente dos custos envolvidos. Há diferentes "encargos", relativos às diferentes funções características da Festa: o imperador do Divino, o folião da cidade, o mordomo da bandeira, o mordomo do mastro, o mordomo da fogueira, os mordomos da novena.
A partir do Sábado de Aleluia, começa a função da folia do Divino: um pequeno cortejo de instrumentistas e cantores passa a percorrer os diferentes bairros e vilas, em busca de donativos para a festa. Em troca, cantam e levam a bandeira do Divino, alegoria à bênção do Espírito Santo sobre a casa e seus moradores.

Voltar...










© 2005 - 2018 Associação da Comunidade Brasileira - ASCOMBRA
P.O.Box #683052 - Marietta, GA 30068 - Phone: (678) 807-9340