Brazilian Community of Atlanta - Comunidade Brasileira em Atlanta
Cultura
Comunidade




Movimentos Revolucionários e Nativistas



Quando sentiam ameaçados seus interesses econômicos e políticos, os colonos ? isto é, os brancos senhores da terra ? freqüentemente se rebelavam, sobretudo após as guerras contra os holandeses, quando puderam pôr à prova sua capacidade de luta.

Explodiram revoltas, desde a segunda metade do séc. XVII, em diversos lugares da colônia por motivos diferentes, mas quase sempre por causa de interesses econômicos ameaçados: em 1641, em São Paulo, quando um grupo de colonos pretendeu aclamar rei um de seus companheiros, de nome Amador Bueno da Ribeira, que, no entanto, não aceitou; em 1660-1665, no Rio de Janeiro, contra o governador Salvador Correia de Sá e Benevides; em 1684, no Maranhão, quando os irmãos Beckman (Manuel e Tomás) se levantaram contra a Companhia do Estanco.

Os mais sérios movimentos ocorreram, contudo, no séc. XVIII, quando ganharam, inclusive, caráter nativista: as chamadas "guerra dos emboabas", na zona das minas, e "guerra dos mascates", entre os comerciantes portugueses do Recife e os fazendeiros de Olinda; a revolta de Filipe dos Santos e de outros mineradores de Vila Rica (Ouro Preto), em 1720, contra o estabelecimento das casas de fundição; a Conjuração de 1789, também em Vila Rica, que levou à forca o alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes; a Conjuração Baiana, de 1798, que terminou com a execução de vários dos conspiradores, alfaiates e soldados, de pouco antecedida pela Inconfidência carioca, que levou à prisão, por alguns anos, o poeta Manuel Inácio da Silva Alvarenga, o professor João Marques Pinto e o Dr. Mariano José Pereira da Fonseca, o futuro marquês de Maricá, autor das Máximas, que, após a Independência, seria senador e ministro do Império.

O mais importante de todos os movimentos nativistas, entretanto, foi o que ocorreu em Pernambuco, no ano de 1817, e que chegou a estabelecer uma República, de curta duração (apenas dois meses e dez dias), tendo sido executados os principais chefes revolucionários: Domingos José Martins, Domingos Teotônio Jorge e outros.

Voltar...










© 2005 - 2018 Associação da Comunidade Brasileira - ASCOMBRA
P.O.Box #683052 - Marietta, GA 30068 - Phone: (678) 807-9340